Notícias Notícias

Integração Nacional premia projetos de fomento ao desenvolvimento regional

Oito trabalhos serão contemplados em cerimônia nesta terça-feira, em Brasília.
 
Brasília-DF, 1º/6/2015 - O Ministério da Integração Nacional (MI) realiza nesta terça-feira (2/6), das 14h às 17h30, em Brasília (DF), a cerimônia de outorga do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional 2014. Os trabalhos contemplados estão divididos em quatro categorias, que avaliaram teses acadêmicas em níveis de doutorado e mestrado, projetos inovadores e inéditos, experiências exitosas, que visam à promoção da equidade no acesso a oportunidades de desenvolvimento e a implementação no território. 
 
A premiação foi lançada em 2012 com o objetivo de promover a reflexão, do ponto de vista teórico e prático, acerca do desenvolvimento regional no Brasil. Entre os ganhadores desta edição, estão representantes de Alagoas, Amazonas, Distrito Federal, Espírito Santo, Pernambuco e São Paulo.  Os prêmios variam de R$ 13 a R$ 50 mil.
 
O secretário de Desenvolvimento Regional, Irani Ramos, afirma que a relação entre a sociedade e o governo é muito importante para a gestão e o aprimoramento das ações públicas. "Toda a diversidade que o país tem precisa, sempre, ser lida sob olhares inovadores e relida a partir das correntes já consolidadas para aprimorar a atuação do Estado e de outros atores sobre o território. A simbiose expressa no Prêmio Celso Furtado é fundamental para alcançarmos uma política cada vez mais efetiva", afirma.
 
Categorias
Na categoria acadêmica, o primeiro lugar foi para a tese de Helena Tourinho, pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que analisou a estrutura urbana de cidades médias do Amazonas e defendeu a existência de uma articulação entre as estruturas espaciais interurbanas, de cunho regional, e as estruturas intraurbanas, para um desenvolvimento consolidado. 
 
Gislaine Quaglio, mestre pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), também será premiada pelo trabalho voltado para a relação entre o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e a Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), com foco na superação das desigualdades regionais.
 
Na categoria que analisou as Práticas Exitosas de Produção e Gestão Institucional, o trabalho que mais se destacou foi o do diretor de Micro e Pequenos Negócios da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande) de Alagoas, Michael Chinelato Soares, com o Projeto de Dinamização e Sustentabilidade do Turismo no Baixo São Francisco.
 
Já o trabalho do pesquisador Jacimar de Souza do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) de Vitória foi o ganhador da categoria de Projetos Inovadores para Implementação no Território. Além de levar o prêmio de R$ 50 mil, o trabalho sobre o "desenvolvimento de tecnologias e indicadores agroambientais para a produção de alimentos orgânicos" também pode entrar para a lista de ações implementadas pelo MI, no âmbito da inclusão produtiva.
 
Premiação 
Em sua terceira edição, o prêmio homenageou o professor Armando Mendes, um incansável defensor do desenvolvimento da região amazônica, que não só ficou na memória, como entrou para a história do Ministério da Integração Nacional. A entrega dos prêmios será realizada no auditório do anexo do MI, o Edifício Celso Furtado, localizado na 906 Norte. 
 
A terceira edição do prêmio é uma realização do Ministério da Integração Nacional, do Governo Federal e do Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento. A ação conta com o patrocínio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), do Banco do Brasil, do Banco da Amazônia, do Banco do Nordeste e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); e apoio da Ticket Serviços e Fundação Universitária José Bonifácio.
 
Serviço:
 
Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional (cerimônia de outorga)
 
Data: Terça-feira (2/6)
Horário: das 14h às 17h30
Local: Auditório Rômulo de Almeida, no Edifício Celso Furtado (906 Norte - Módulo F, 2º andar)